E viva o (Tchê)!

 

Gaucho

Alguns dizem que eles são diferentes. Fazem parte do Brasil, mas suas tradições, cultura, música, vestimentas e o próprio jeito de ser, realmente, são bem diversificados. Há mais ou menos três anos, eu conheci uma família aqui em Uberlândia-MG e fiquei encantada. Educados, cultos (independente de escolaridade), eles são mesmo “de pegar no chifre do boi”. A região onde moram, o estado também tem um clima propício para alguns pratos típicos e porque não dizer, convidativos… Gente estou falando do estado do Rio Grande do Sul, dos gaúchos… Como dizia a mulher, da família que conheci, nós gostamos mesmo de um bom churrasco e chimarrão. Muitos já estudaram e conhecem bem a história da Revolução Farroupilha, em 1835. Pois é, tudo começou ali. A revolução foi uma revolta regional contra o governo imperial do Brasil, o que durou em torno de dez anos. Esta revolução acabou chegando ao fim após um acordo de paz realizado entre as partes envolvidas. A partir disto, a cultura gaúcha é fortemente reconhecida em todo o país, principalmente quando falamos em churrasco e em chimarrão por exemplo.Você sabe de onde surgiu o termo gaúcho? Ele possui uma série de teorias sobre esta origem, uma delas é que ele pode ter vindo da linguagem quíchua, idioma ameríndio andino, ou mesmo árabe da palavra caucho que é um tipo de chicote utilizado para domar as manadas. Em contrapartida, existem bibliografias que apontam o gaúcho oriundo do espanhol, e significa valente, nobre e acima de tudo generoso.

Tradição

O churrasco é uma das iguarias mais apreciadas na região. Turistas então não podem ir aos Rio Grande do Sul e não comer o velho e bom churrasco na versão gaúcha. Ele é diferente, suculento e possui algumas particularidades que tornam o mesmo único e ainda mais delicioso, reconhecido em todo o Brasil. No Rio Grande do Sul por exemplo, a carne é cortada em fatias mais grossas, e suculentas do que nas versões de São Paulo, para que o sabor fique um pouco mais acentuado. O segredo para tal preciosidade depende de vários fatores, desde o corte da carne, até a distância entre a grelha e o fogo.

Revolução Farroupilha

20 de setembro – a data

Saiba que o Dia do Gaúcho é uma data celebrada em 20 de setembro, a data é considerada como feriado estadual no estado do Rio Grande do Sul. Esta é uma data que serve de homenagem a um dos episódios mais importantes para a comunidade dos gaúchos, que é a Revolução Farroupilha que ocorreu em 20 de setembro de 1835.

Gaucho 2

Linguagem típica

aipim = mandioca ou macaxeira;

aprochegar = aproximar-se, pode chegar;

atucanado = atrapalhado, cheio de problemas, estressado;

auto = carro;

à toda = em alta velocidade;

atolegado = atolado;

atochar ou rasgar = inventar, mentir;

bah = Interjeição de surpresa, admiração;

bagual = cavalo manso que se tornou selvagem ou coisa boa da terra;                              baita = grande, crescido, coisa imensa, (muito boa ou muito ruim);

bagulhete ou troço = alguma coisa, um objeto;

barbaridade = algo muito chocante e violenta , que cause muito impacto;                  bergamota = tangerina;

bater as botas = Morrer;

bidê = Mesinha de cabeceira.

bichado = cheio de feridas, estragado, podre;

bolicho = Bodega;

buenacha = Boa;

bueno = bom;

bem capaz = está errado, tu estas viajando, nem morto;                                                              borracho =bêbado;

branquinho = beijinho (doce);

brigadiano = policial militar (chamado aqui de Brigada militar);

caliente = quente, mulher fogosa;

cacetinho = pão francês;

cancha = local para jogar ou mesmo para lida (pode ser cancha de futebol: campo);

cancheiro = pessoa que tem experiência e/ou habilidade em alguma coisa (futebol);

carpim = meia de homem,fina para sapato;

carreteiro = arroz campeiro;

charla = Conversa (charlar, charlando);

chapa =dentadura;

chavear = trancar com a chave;                                                                                                          chimas = chimarrão, mate amargo;

chimarrão = mate amargo;                                                                                                      ;

chinoca = mulher (chinoca véia);

cricri = chato;

cuecão = ceroula;

cuiudo/rabudo = cara de sorte;

cupincha ou índio véio = camarada, companheiro, amigo;                                                          cusco = cachorro, cão pequeno (expressão uruguaya), também pode-se usar guaipeca;

colono = gaúcho do interior;

defensor = zagueiro, quem se defende;

entrevero = mistura, desordem, confusão de pessoas, animais ou objetos;

encarangar = morrendo de frio;

fatiota = terno;

folhinha =calendário;

friaca = muito frio;

fuca = fusca;

gaudério = gaúcho; homem pilchado, com traços da região;

gremista = copeiro ou imortal;

guria = menina, moça;

guapo = valentão, bonito, taita;

melena = cabelo;

muy = muito (muy amigo)

mãnha/na mãnha = macete/devagar;

negrinho = brigadeiro (doce);

pandorga = papagaio, pipa;

pangaré = burro, meio besta;

parelho = liso, homogêneo;

patente = vaso sanitário;

pebolim = totó, fla-flu;

pechada = batida, trombada (entre automóveis);

peleia = briga;

piá/guri = menino, garoto;

pila = palavra regional que dá nome a moeda nacional, no caso o Real (ex: 10 pila, 25

pelea = Peleja, briga, combate;

piazedo = um monte de piás;

pelotas = cidade ou plural de bola (pelota);

rango = bóia, comida;

rancho = fazer compras do mês, fazer feira;

refri = refrigerante;

sarjeta = meio-fio;

sestear = dormir depois do almoço;

sinaleira = semáforo; sinal;

dar o sinal = dobrar a direito ou esquerda;

talho = Ferimento;

tchê = pessoa, “cara”;

terneiro = bezerro;

trago = beber, ficar bebado, borracho (tomar um trago);

tijolo = bola ruim, passe mau feito ou vai chutar um tijolo (expressões do futebol);

treco = uma coisa;

trovar ou trovador = Conversar, prosear (baita trovador – no sentido de enganar);

quarto de banho = banheiro;

uma-de-pé = Briga, luta;

vareio = Susto, sova, surra (goleada ou banho de bola no futebol);

xepa, grude, boia = Comida;

xerenga = Faca Velha;

veranear = passar o verão;

vivente = criatura viva, pessoa, indivíduo;trovador                                                                      zunir = ir apressadamente.

Fonte:Cristiano Borba / Colégio Web

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s