Ministério Público e PM fecham canil ilegal e reincidente em Ituiutaba

 

Pela carinha dos animais , o pedido era de socorro. Olhares tristes, condições de higiene precárias e sabe-se lá mais o que. Nas imagens, é possível perceber que tanto os “grandões”, quanto os pequeninos, os animais estão carentes. A comunidade se sensibilizou e juntos denunciaram o pseudo canil. O trabalho de busca e apreensão também foi acompanhado por membros da Sociedade Protetora de Animais de Ituiutaba, no Pontal do Triângulo Mineiro. O trabalho dos policiais ambientais, lotados na 9ª Companhia de Meio Ambiente (Cia Mamb), começou cedo no bairro Santa maria. E eles não estavam sozinhos. Com Mandado de Busca e Apreensão expedido pelo juiz da comarca de Ituiutaba, polícia, representante do Ministério Público Estadual e membros  da Sociedade Protetora de Animais da cidade (Spai) chegaram ao local indicado. Já na fachada o que se viu foi uma residência, nada a ver com um local específico para manter animais em grande quantidade, o que já pode ser caracterizado como canil ilegal. De acordo com a denúncia, ali havia comercialização de cães de raça e situação de maus tratos.

 

Como determina a Lei, os militares deram ciência da ordem judicial à proprietária do imóvel e começaram a fiscalização dos fatos denunciados. Logo no início foi constatada extrema sujeira, odor forte de urina, fezes, além de muito lixo. Os animais espalhados por todos os cômodos da casa, inclusive nos quartos, banheiros, cozinha. Um verdadeiro descaso. Durante a busca foram encontrados filhotes escondidos no interior de uma cômoda da sala, cães em cima de cama em um dos quartos, local é totalmente sem higiene e sem condições para criação de cães. A veterinária que acompanhava as equipes detectou que alguns animais estavam com carrapatos, pelos embaraçados por falta de cuidados e fezes com verminose. Ao todo foram apreendidos 50 cães, sendo matrizes, filhotes e jovens que foram encaminhados para uma clínica veterinária e receberam os devidos cuidados. Médicos veterinários colheram material para exames e fizeram um mutirão de higiene em todos os animais. Todas as despesas foram custeadas pela Spai que é parceira da Polícia Militar do Meio Ambiente. E tudo isso através de doações que a instituição recebe da comunidade, de empresários, de pessoas que amam e respeitam os animais. De acordo com o Sgt Eduardo Venâncio, estes locais precisam ser denunciados porque os animais sofrem, são maltratados e acabam adquirindo doenças que podem prejudicar todo mundo e eles não tem culpa. “Mais estes locais só existem porque tem pessoas que insistem em comprar animais de raça e não se preocupam com sua origem”, explicou. Se você gosta de gatos, cães, qualquer animalzinho de estimação é muito bom, mas faça a coisa certa. Há vários animais para serem adotados de forma legal, orientada. Então fica a dica: tenha um gesto de amor. Adote um cão abandonado e cuide dele, mas não ajude aumentar o crime. Agora se não gosta de animais, a gente respeita você, Então respeite também os animais não judie, não maltrate, não abandone. Eles não falam, mas são seres vivos como eu e você, por isso sentem dor, fome, frio e sofrem com o descaso.

 

Indignação

Fomos procurar mais sobre este canil ilegal e descobrimos, segundo a polícia, um registro de BO (Boletim de Ocorrência) no mesmo local a menos de 30 dias, onde 17 cães de raça foram recolhidos da mesma proprietária. De acordo com a Lei dos Crimes Ambientais, a autora, uma mulher de 60 anos de idade cometeu o crime maus tratos conforme descrito no artigo 32 da Lei Federal 9605/98. Esta mesma Lei também prevê que por se tratar de crime de menor potencial ofensivo, o que acontece é a lavratura de um TCO (Termo Circunstanciado de Ocorrência) para que autora responda perante ao juizado Especial criminal. A comunidade fez a parte dela, a Polícia também, o Ministério Público, o juiz, mas aí chegou a quem? a Lei…votada e aprovada por quem eu e você escolhemos para nos representar e lutar por nós, mas eles só ficam no representar (pior:mal e porcamente). Com todo o respeito, preciso me expressar: E aí muita gente pergunta: Tá, mas e aí? Ela volta, espera a poeira baixar, alguns nem isso, e começa tudo outra fez como na música: começar de novo….Meu Deus, então para que criar a Lei? Muitos juristas poderão dizer: mas, isso, mas aquilo, bla, bla, bla….quando eu falo que é preciso passar o Brasil a limpo, alguns acham que é brincadeira…gente é assim que começa a corrupção: não deu nada, eu já saio, tô um tempo e volta, “os manos” já tão ligado, vem disfarçado e a gente movimenta o “cumércio”…isso é Brasil. Aqui é “nóis” na fita…Triste e vergonhoso porque não é só nos crimes ambientais, mas no dia a dia do mundo do crime. Aqui é Cássia Bomfim e viva a liberdade de expressão.

*Fonte: PMMG-Sgt Eduardo Venâncio

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s