Tragédia “anunciada” no bairro Luizote de Freitas

Delci Pardinho

Lamentável, cruel, mas real. É assim que defino este ato de violência que a comunidade do Luizote de Freitas acompanhou na noite desta terça-feira (02). Por mais que a gente considere um momento de muita dor para os familiares, não posso deixar de comentar, o que aconteceu. Infelizmente não é a primeira, nem será a última vez, principalmente se não houver uma mudança rápida na nossa Legislação. De acordo com os dados fornecidos pela própria polícia, este cidadão já havia praticado crimes de agressão contra a companheira por mais de uma vez. Quando eu me refiro a isso, não há outra denominação, a não ser “tragédia anunciada”. Segundo o BO, Eliseu Barbosa da Silva, 62 anos, já havia sido conduzido, preso e no domingo, dois dias antes do assassinato, estava livre e a mulher exposta, mais uma vez. Para amigos, familiares e a própria sociedade (mesmo sem conhecê-los) uma perda dupla. Sim, uma pai, uma mãe, um lar desfeito. Agora imputar a palavra culpa? Do que adianta? Precisamos é de prevenção, de punições mais rígidas que não deixem brechas para reincidências. A dona de casa Delci Pardinho não voltará mais. Eliseu…talvez não também, agora só a Medicina. E aí? Quantas e quantas mulheres já perderam a vida depois de terem denunciado seus agressores, vê-los presos, mas em questão de minutos, lá estão soltos e com mais vontade de vingança. Não sei exatamente o motivo que teria levado este homem a tal barbaridade, também não vem ao caso, mas houve um assassinato e a sua liberdade facilitou. É  preciso, urgente, rever a questão de fiança, de representações junto aos órgãos competentes, senão estaremos apenas e tão somente contribuindo com dados estatísticos. Mulheres, guerreiras, casadas, solteiras, mães, tias, avós, não se calem, não tenham medo em denunciar, façam representação contra seus agressores, mas sobretudo, cobrem mais rigor no cumprimento destas medidas. Se preciso for, deixem casas, protejam seus filhos, saiam porque a vida vale muito mais do que qualquer bem material. O amor próprio é o primeiro passo para o recomeço.

revolver taurus 32
imagem ilustrativa

WhatsApp Image 2018-10-03 at 13.48.27

Os fatos

Uma mulher de 62 anos foi assassinada com tiros, Delci Pardinho Silva. O suspeito de cometer o crime é o companheiro, Eliseu Barbosa da Silva, 62 anos, que depois tentou contra a própria vida. De acordo com a Polícia Militar (PM), o marido efetuou quatro disparos contra a vítima, que era sua companheira. Um dos tiros acertou a cabeça, além de outros membros do corpo. Logo em seguida, o autor também de 62 anos, fugiu do local em um veículo Celta de cor Preta, sentido a rodovia, em direção ao bairro Morada Nova. As viaturas foram atrás dele, mas já na MGC 497, no pátio de um posto de combustíveis, os policiais foram informados por populares, que uma pessoas havia disparado um tiro contra si mesma. Ao constatarem os fatos, a guarnição que atendia a ocorrência, que era o autor do homicídio no Luizote. Segundo o BO,  Eliseu Barbosa estava com muito sangramento, mas ainda apresentava sinais de vida e foi socorrido até o Pronto Socorro da Universidade Federal de Uberlândia (PS-UFU). No veículo foram localizados um revólver, calibre 32 com a numeração raspada. Nos trabalhos periciais da Polícia Civil (PC) foram recolhidos todas as munições deflagradas, inclusive na residência da vítima e entregues na Delegacia de Plantão. Ainda de acordo com os relatos da polícia no BO, foi constatada pelo médico, morte cerebral nas duas pessoas. Ao verificar o sistema Copom, os policiais descobriram que o autor já possuía diversas passagens por ameaça e agressão contra Delci Pardinho. A última vez foi recente e o autor havia sido solto no domingo (30/09). eles deixaram filhos e a família toda está abalada.

 

*Fonte: Ascom/PM e facebook

3 comentários sobre “Tragédia “anunciada” no bairro Luizote de Freitas

Deixe uma resposta para Cássia Bomfim Cancelar resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s