Presidente da República – você sabe qual a função dele?

palácio da Alvorada presidente

Domingo é um dia decisivo para a vida de milhões de brasileiros. Por mais que alguém, e a gente respeita, não goste de falar de ou em política, não tem jeito. Somos um país capitalista, democrático e vivemos sob o regime presidencialista. Apesar de muitas pessoas, inclusive eu, não concordarem com uma série de situações em nosso país, como por exemplo o exacerbado número de senadores, deputados, assessores, entre outras coisas, não podemos nos furtar de participar das decisões políticas. Afinal são elas quem nos ajudam ou nos afundam, porque estão diretamente e indiretamente ligadas ao cotidiano de cada brasileiro, desde o nascimento até a morte (em alguns casos até depois dela). Pois bem, o processo eleitoral é dispendioso, desgastante, enfadonho e cheio de projetos e propostas mirabolantes, fantásticas e fantasiosas. Homens e mulheres em busca não de cargos, mas de Poder. E é isso que tem nos causado tanto sofrimento e desânimo. O voto é secreto, obrigatório e infelizmente, para alguns “votos de cabresto” (favores, licitudes, falcatruas, corrupção, desonesto…), mas dois pontos, só dois, quero abordar:

1- Se não houvesse salários e benefícios tão “gordos” será que existiriam tantos candidatos? Tantos “preocupados” com os elevados índices de desemprego, miséria, saúde deficiente e precária, educação com propostas “inovadores e/ou destruidoras”, segurança pública com tantos afazeres e “regalias” para presos (com um sistema carcerário falido, inoperante e corrupto), Reforma Agrária de fachada que “beneficia” alguns movimentos questionáveis e uma infinidade de problemas por este “Brasilzão” afora..e por aí vai…

2 – Você sabe de fato qual o papel de cada governante majoritário e proporcionais? (presidente, senadores, deputados, governadores) Sim, porque tem alguns tão absurdos, que prometem até “buscar a lua” (metáfora), mandar e desmandar, fazer e acontecer…Será que eles têm mesmo tanto poder assim? Ou para que “estas mirabolantes enganações” sejam “cumpridas”, eles precisam de comparsas…é aí que começam as formações de verdadeiras quadrilhas. Ninguém, absolutamente ninguém deste meio faz nada de graça, sem ter o seu “pagamento”. Este negócio de que fulano e beltrano “me deu uma casa, uma cesta, uma dentadura”…NÃO existe. São programas (inclusive alguns fraudados por eles mesmos) que usam o meu e o seu dinheiro (por meio de FGTS, PIS, impostos, etc.) para “facilitar” a aquisição de bens, como a casa própria. Ou seja o dinheiro já é seu, então não se iluda. Deixe de pagar para ver o que acontece. “Ah, mas eu pago baratinho”…Será? No fundo, em alguns casos, aliás em muitos casos, é um barato que sai muito caro, porque são obras superfaturadas (é aí que entram os favorecimentos para políticos, empreiteiras e quem mais fizer parte da “farra”), material de baixíssima qualidade, construções no “fim do mundo”…, mas a gente até entende que é o “sonho da casa própria”, eu também tive e passei por isso. Então, independente de partidos, não estou aqui para defender ninguém, é preciso conhecer, ler, se informar, fiscalizar e não se deixar enganar por tanta “fantasia e fala mansa”. Aqui dei só uma pincelada nesse meio torpe chamado política. “Meu povo foi destruído por falta de conhecimento.”Oséias 4:6. Isto é fato. É concreto.

 

Presidente da República

O presidente exerce a função de chefe do poder Executivo e também de chefe de Estado (autoridade máxima) em uma nação cujo sistema de governo é o presidencialismo. No Brasil, ele é eleito pelo voto direto, sendo o representante do povo no âmbito federal. O mandato tem duração de 4 anos, podendo se estender por mais 4 anos, através de novas eleições. A moradia oficial é o Palácio da Alvorada, em Brasília, no Distrito Federal. Atualmente (maior/ 2017), o salário do presidente do Brasil é: bruto:R$ 30.934,70 mensais. Como qualquer outro servidor federal, ainda tem direito a gratificação natalina (outro nome para o 13º) e férias, com adicional correspondente a um terço do salárioHá, também benefícios como auxílio-creche, auxílio-transporte, auxílio-natalidade, entre outras ajudas disponíveis a servidores públicos.

Funções

– Nomear e exonerar os Ministros de Estado;

– Conduzir a política econômica;

– Exercer, com o auxílio dos Ministros de Estado, a direção da administração federal;

– Editar medidas provisórias com força de lei em caráter de urgência;

– Aplicar as leis aprovadas;

– Vetar projetos de lei, total ou parcialmente;

– Manter relações com Estados estrangeiros e indicar seus representantes diplomáticos;

– Decretar o estado de defesa e o estado de sítio;

– Decretar e executar a intervenção federal;

– Exercer comando supremo das Forças Armadas, nomear Comandantes da Marinha, do
Exército e da Aeronáutica, promover seus oficiais-generais e nomeá-los para os cargos que lhe são privativos;

– Declarar guerra, no caso de agressão estrangeira, quando autorizado pelo Congresso Nacional ou referendado por ele;

– Enviar ao Congresso Nacional o plano plurianual, o projeto de lei de diretrizes orçamentárias e as propostas previstas nesta Constituição;

– Exercer outras atribuições previstas na Constituição da República Federativa do Brasil.

presidentes do brasil2

***Observação: na próxima edição, vamos abordar sobre o Congresso Nacional e seus componentes.***

 

*Fonte: Brasil Educação e fotos ilustrativas de internet

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s