Comemorar o dia do professor…

professor6

O dia “oficial” deles é 15 de outubro, mas na verdade, todos os dias são deles: professores. Sejam homens ou mulheres, novos ou mais experientes, a figura do professor é fundamental para o desenvolvimento e formação de qualquer pessoa.Desde a mais tenra idade até a formação técnica, profissional, em pós-graduações, mestrados, doutorados, sempre. Eles são os responsáveis por tudo. Infelizmente não são mais valorizados, respeitados e nem podem se especializar como querem ou deveriam. Esta é a realidade da categoria no país. Há muito, o professor deixou de ser a pessoa mais importante para os alunos, para os dirigentes das instituições públicas (principalmente) e algumas privadas. O que mudou? Simples: o próprio conceito de educador e lamentavelmente a criação de muitos alunos que vão de encontro com eles. A autoridade deste profissional deixou de existir a partir do momento em que ele não pode mais ensinar, cobrar e exigir dos alunos. Hoje o professor tem que obedecer e cumprir “planos e metas” estipulados por “pessoas e cidadãos políticos” que não se preocupam com a formação, mas com as “regras” que convêm a A ou B. Além disso, ainda existem as comunidades estudantis que nem sempre estão interessadas no aprendizado, na construção do conhecimento, mas na “vontade do filho em fazer o que lhe convêm”. Lamentável, mas também existem “professores” que ajudam direta ou indiretamente para que a formação do indivíduo consciente, crítico, formador de opinião, seja “nos moldes” daquilo que atende aos interesses de um poder corrompido, caótico e que siga modelos nem sempre saudáveis. Estudar moral e cívica, por exemplo, é coisa do passado. A “moda” agora é exercitar o corpo e a mente com músicas “revolucionárias das comunidades”, independente do conteúdo que, às vezes, é vil, repugnante e sem qualquer acréscimo positivo para a formação do cidadão. Esquecem que existe sim liberdade de expressão, mas que também existem ordem, respeito e ética. Outro fator agravante é a confusão ou comodismo que muitas famílias carregam: “meu filho vai para a escola e não tem educação”. Não confunda educação com aprendizado. Quem educa é a família. O dever é dela e isto deveria refletir na escola para que o aluno aprenda, adquira conhecimentos e caminhe para um futuro promissor com bagagem e sabedoria. Escola não é “depósito” de crianças e adolescentes.

O professor não é “saco” de pancada e nem é formado, preparado para dar educação para jovens que sequer respeitam pais ou responsáveis por eles. O professor é e tem que ser capacitado para ensinar. “Educação vem de casa, vem de berço” – o jargão mais popular e verdadeiro. Esta inversão de valores têm contribuído para que novas gerações sejam “formadas” sem preparo, emburrecida, desqualificada. A partir daí o que esperar do “futuro”… Muitos questionam sobre violência, sobre um descompasso acelerado de jovens em situações tristes, desfavoráveis e sem perspectiva, mas se esquecem de que o plantio está comprometido e a colheita poderá ser de péssima qualidade. Analisando politicamente quanto mais desqualificada, despreparada e automatizada forem as novas gerações, certamente serão mais fáceis de serem dominadas e “guiadas” para onde quiser, porque “qualquer agradinho” lhes satisfará, já que não conseguem “ter vida própria”, muito menos senso crítico, justo e honesto. Porém, independente disso, precisamos parabenizar estes “guerreiros” que estudam, se especializam, se dedicam, se desdobram e se doam para pelo menos tentar ensinar o máximo para uma grande parcela que acredita que possa fazer a diferença. Então, ao mestre, com muito carinho, respeito e admiração. Parabéns PROFESSORES.

 

 

*Fotos da internet, meramente ilustrativas e mapa Estado de Minas

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s