Dedicação e profissionalismo

Muitas vezes eles chegam com dor, indisposição, desânimo e até com a autoestima baixa. Não existe um perfil específico, podem ser homens, mulheres, jovens e até crianças, mas desde o primeiro contato, tudo pode se transformar. O que parecia impossível, torna-se prazeroso, mesmo com dor, as mudanças acontecem e não podemos deixar de dar o mérito ao profissional de fisioterapia. Infelizmente não é 100%, como também não é todo paciente que obtêm o resultado esperado, mas vamos combinar que estes contatos, esta cumplicidade faz muita diferença. Sabemos que existem diversas técnicas ou formas de fisioterapia, dependendo da condição ou necessidade do paciente, porém, hoje vamos destacar a fisioterapia dentro e fora da água desenvolvida por profissionais que têm obtido resultados positivos e bem animadores: Luiz Humberto Amaral Moraes e Janielle Franco Moraes. Através deles, parabenizamos todos os profissionais da área pelo dia Nacional do Fisioterapeuta e do Terapeuta Ocupacional – 13 de outubro. Aliás, a data foi escolhida por representar o dia da criação dessas profissões e era comemorada anualmente pela categoria, apesar de não ser reconhecida por lei. Em janeiro de 2015 foi sancionou a Lei nº 13.084, que estabeleceu oficialmente a celebração da data em todo território nacional. Nesta clínica, o resultado é notório e demonstrado pelos próprios pacientes.

Maria Carmelita dos Santos, 76 anos, passou por uma cirurgia no joelho, assim que foi liberada pelo médico, procurou a Aquafisio e começou o tratamento pós cirúrgico. “Eu só tenho que agradecer. Aqui é muito bom. Sou muito bem tratada, poderia até estar melhor, mas eu mesma parei por um tempo, mas retornei porque sei que só assim, posso conseguir melhorar minha locomoção. Quando eu vim para cá, estava aleijada, o Luiz tinha que me pegar no colo, agora, já consigo andar sozinha, com um pouco de dificuldades, mas independente, “ressaltou ela. Maria Carmelita disse que o fisioterapeuta é um profissional bacana e que ajuda as pessoas que precisam.

O estudante, João Vitor Silva Santos, 18 anos, sofreu de “Mielite”, perdeu todos os movimentos, parou de andar e hoje, sente-se mais confortado e já caminha com o apoio de bengalas. “Nossa para mim é muito bom. A gente não pode ficar parado, aqui faço os exercícios, acompanhados pelos profissionais e estou feliz. Eles respeitam meus limites, mas também fazem com que a cada dia eu me supere e ganhe mais e mais mobilidade. Sei que é importante e por isso só tenho a agradecer”, comentou ele.

Isaura M Cunha, 56 anos, é só agradecimento. Ela passou por muitas transformações, inclusive grande perda de peso, quebrou o pé, teve um derrame e hoje tem estampado no rosto a alegria e gratidão pelo atendimento na clínica. “Falar deste profissão é muito importante, em especial deste casal aqui Luiz e Janielle. Só eu sei por tudo que passei, como eu era e como estou. O Luiz, com toda sabedoria, dedicação, carinho e profissionalismo, me pegava no colo para fazer os exercícios na piscina. Abaixo de Deus, devo muito à eles por minha reabilitação. Ainda não cheguei a 100%, mas uma coisa eu posso afirmar: estou ótima, feliz e determinada como sempre. O que eu posso falar mais é que a fisioterapia em geral é super importante e precisa ser muito bem valorizada. A palavra chave para mim é: gratidão e perseverança,” conclui Isaura.

História

A fisioterapia é uma área da saúde envolvida com o estudo, prevenção e tratamento de lesões no corpo humano decorrentes de traumas e doenças adquiridas ou genéticas. O profissional dessa área é denominado de fisioterapeuta e deve ter formação acadêmica superior nessa área. De acordo com o Conselho Federal de Fisioterapia e Terapia Ocupacional (Coffito), as diferentes áreas desse campo de atuação são fisioterapia clínica, saúde coletiva, educação e outras. Na fisioterapia clínica, o profissional está habilitado a atuar em hospitais, clínicas, centros de reabilitações, entre outras unidades de saúde. Na saúde coletiva, o fisioterapeuta é responsável por promover ações que garantam a saúde de grupos de pessoas, podendo participar, por exemplo, de programas de fisioterapia do trabalho e de ações básicas de saúde. Na área da educação, o profissional pode atuar em cursos de graduação e pós-graduação, além de realizar pesquisas no campo. Por fim, a área classificada como “outras” engloba o desenvolvimento de equipamentos e produtos para fisioterapia e a atuação na área esportiva. O fisioterapeuta, portanto, possui uma atuação que vai além da reabilitação após acidentes e traumas, sendo essencial na prevenção de lesões graves e na promoção da saúde. Entre os importantes papeis desempenhados por esse profissional, podemos citar a terapia realizada com pacientes com problemas respiratórios e pessoas que passam grandes períodos internadas em hospitais, como em UTIs, bem como a melhoria da qualidade de vida de idosos, com ações que melhorem problemas musculares e de coluna.

Terapia Ocupacional

A terapia ocupacional, por sua vez, é uma área relacionada com o estudo, prevenção e tratamento de problemas físicos, mentais, emocionais e sociais que dificultam a realização das atividades diárias de um paciente. Durante o tratamento, o profissional deve buscar meios para que a pessoa, aos poucos, consiga realizar essas tarefas, garantindo assim seu bem-estar e independência. Para exercer a profissão, faz-se necessária a realização de um curso superior em terapia ocupacional. Após adquirir a formação adequada, esse profissional pode atuar em empresas, ambulatórios, clínicas, creches, escolas e sistemas prisionais, além de poder realizar projetos sociais. Vale destacar que o terapeuta ocupacional tem que lidar com pessoas com dificuldades no desempenho de tarefas simples, sendo fundamentais paciência e amor pela área escolhida.

 

 

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s