Desespero de mãe

desespero1

“Pelo amor de Deus, me ajuda. Já não sei mais o que fazer. Quem pede é uma mãe desesperada que não dorme direito e nem consegue se alimentar, porque não sabe mais o que fazer com o filho que está doente, com sérios problemas, sendo ameaçado de morte. Muitas vezes nem sei onde ele está.” Foram estas as palavras da dona Maria Rosa da Silva, moradora do bairro Jardim Célia, em Uberlândia-MG. Mãe de Rodolfo Alexandre da Silva de Souza, 36 anos de idade. Segundo ela, o filho tem retardamento mental, é dependente químico (usuário de drogas) e está morando na rua. Maria Rosa disse que as coisas estão só piorando porque Rodolfo vem sendo ameaçado porque ataca as pessoas na rua e a comunidade, com medo, porque tem crianças, jovens e mulheres não aguenta mais e teme pelo pior.

De acordo com a mãe, desde 2015 vem tentando na Justiça, uma internação compulsória para o rapaz, mas até agora nada. Os documentos que possui estão nas mãos de um advogado da assistência gratuita da Universidade Federal de Uberlândia (UFU), mas o processo é lento e ela teme pela vida das pessoas e dele próprio. Rodolfo Souza é paciente do CAPS Luizote de Freitas (Centro de Atenção Psicossocial), mas se recusa a tomar a medicação. “Não adianta, não tenho dinheiro para bancar a internação dele fora daqui, os atendimentos que ele recebe são bons, mas são temporários e não resolvem. Preciso muito de ajuda”, desabafa ela. A mãe já tem uma interdição provisória do filho e agora está aguardando a definitiva. Maria Rosa tem os laudos médicos de Rodolfo Alexandre, mas, segundo ela, está muito devagar e por isso teme pela via do filho. “Ele não tem controle, não consigo segurar ele em casa. Estou tão desesperada que já pensei até em prendê-lo com uma corrente, mas sei que não posso. Depois, se acontecer o pior, não vai adiantar de nada”, disse ela, aos prantos. 

 

CAPS 

Referente ao atendimento de Rodolfo no CAPS, segundo a Secom (Secretaria de Comunicação), o caso foi repassado para o setor responsável, da Secretaria de Saúde, e eles estão apurando as condições do rapaz e verificando o que podem fazer para ajudar a mãe.

 

 

*Fotos: internet e ilustrativas

Um comentário sobre “Desespero de mãe

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s