2019 ainda não começou e Uberlândia terá muitos desafios pela frente

Como em centenas de municípios brasileiros, a cidade de Uberlândia-MG não está fora de enfrentar muitos desafios e realizações no próximo ano. O maior problema para a administração municipal, segundo declarações do prefeito Odelmo Leão, é a falta de recursos para dar continuidade aos projetos de melhorias previstos para a cidade em todas as áreas. Pensando nisto, nesta terça feira (11), o executivo aproveitou e reuniu entidades representativas e membros da comunidade para dar continuidade às apresentações de projetos e desafios para o futuro de Uberlândia. Empresários da União das Empresas do Distrito Industrial de Uberlândia (Unedi), tiveram acesso a todas as propostas do projeto Uberlândia Integrada II – Inclusão Social e Urbana, anunciado em outubro deste ano pelo prefeito Odelmo Leão.  O diagnóstico de revisão do Plano Municipal de Saneamento Básico (PMSB), instituído pela Lei Municipal nº 11291/2012, também esteve em pauta. Na ocasião, Paulo Sérgio Ferreira (vice-prefeito e diretor-geral do Departamento Municipal de Água e Esgoto -Dmae), Divonei Gonçalves (secretário de Trânsito e Transportes) e Norberto Nunes (secretário de Obras) mostraram ao grupo quais as mais recentes iniciativas do Município. O momento serviu ainda para ouvir as necessidades do empresariado local.

Mais mobilidade, segurança e desenvolvimento

Divonei Gonçalves ressaltou a importância do pacote de obras viárias que totaliza R$ 140,2 milhões e trará grandes benefícios a mobilidade urbana. “Viemos apresentar as melhorias que o Uberlândia Integrada II trará a toda população, sem contar os mais de 260 km de vias recapeadas. Por isso, tenho certeza que os empresários também serão beneficiados com o projeto, uma vez que prevê ações que facilitam a trafegabilidade nas ruas e avenidas de Uberlândia, aquecendo o mercado para gerar desenvolvimento”, afirmou o secretário de Trânsito e Transportes. Quem aproveitou a ocasião para frisar a importância do contato da Prefeitura de Uberlândia com a comunidade e com o empresariado foi o secretário de Obras, Norberto Nunes. “É fundamental que andemos alinhados, para que as melhorias propostas atendam aos anseios de todos e resultem em uma Uberlândia que cresce e, ainda assim, continua a oferecer qualidade de vida”, disse. Para o presidente da Unedi, José humberto Resende de Miranda, a parceria entre o poder público e a iniciativa privada é de suma importância. “Esses encontros mostram que todos estão buscando os caminhos para o bem de Uberlândia”, destacou.

Plano de Saneamento

Hoje (11) foi ainda o segundo dia seguido em que a equipe do Dmae apresentou à comunidade empresarial o diagnóstico de revisão do Plano Municipal de Saneamento Básico (PMSB). Antes da Unedi, o plano já havia sido exposto na Associação Comercial e Industrial de Uberlândia (Aciub). Amanhã (12) é a vez da Federação das Indústrias do Estado de Minas Gerais (Fiemg) conferir os esclarecimentos. O plano foi instituído pela Lei Municipal nº 11291/2012, durante a administração do prefeito Odelmo Leão e segue em consulta pública nos sites da prefeitura e do Dmae. O objetivo das reuniões é dar ainda mais visibilidade ao processo de modernização do saneamento básico e buscar contribuições da comunidade. “É essencial conhecer os desafios para o saneamento em Uberlândia nos próximos anos. É isso que essa revisão pretende”, Paulo Sérgio Ferreira, vice-prefeito e diretor-geral do Dmae. Você precisar conhecer e saber mais sobre o Plano de Saneamento: então confira no:  goo.gl/fGvTyo

 

 

 

*Fonte e fotos: Secom/PMU

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s