Prefeito de Uberlândia apresenta programa de fomento econômico

“Invista” – Este é o programa do governo municipal de Uberlândia-MG, apresentado hoje (20) pelo prefeito Odelmo Leão à comunidade por meio de empresários, políticos, imprensa, representantes de entidades e sociedade em geral. O “Invista” é um conjunto de ações que marca o novo posicionamento da administração municipal dentro dos esforços para fomentar novos negócios, com geração de empregos e fortalecimento da cidade. A nova ferramenta auxiliará na divulgação das potencialidades de Uberlândia para o mundo a partir de agora. Trata-se da publicação “Vem Viver, Inovar e Investir”, que, com 64 páginas, foi elaborado pelas secretarias de Governo e de Desenvolvimento Econômico, Inovação e Turismo com o que há de melhor na segunda maior cidade de Minas Gerais. No material, constam todos os aspectos que tornam a cidade atrativa não só para se investir, mas também para se viver e inovar. Por meio da proposta, o Município pretende atuar, nesses próximos dois anos, as qualidades da cidade, promovendo a internacionalização do nome de Uberlândia e a captação de investimentos sustentáveis que beneficiem a população. “O empresário não vem só pela oportunidade de negócios. Ele tem que ter o ambiente para viver. Então as áreas sociais, de educação, de saúde são importantes e a água também é muito importante. As decisões das pequenas, médias e grandes empresas passam também por esse recurso, que nós temos em abundância e qualidade e no qual estamos investindo cada vez mais”, destacou o prefeito Odelmo Leão.

Invista 1

Exemplares

Durante a apresentação, autoridades e representantes de empresas e entidades receberam um exemplar do portfólio, que, além da versão em português, também possui uma em inglês, preparada especificamente para o mercado internacional. O material está disponível no portal da Prefeitura de Uberlândia.“O ‘Invista’ é um conceito, é um posicionamento. Ele é mais do que um projeto, é mais do que um programa. É um conjunto de ações que visa aumentar cada vez mais o nosso poder de atração de investimentos, para geração de renda, fortalecimento da cadeia produtiva e do turismo, tanto de negócios quanto o de lazer, não apenas para quem visita nossa cidade, mas para o cidadão de Uberlândia em si”, disse o secretário de Desenvolvimento Econômico, Inovação e Turismo, Raphael Leles. Aqui registro minhas expressões: Bom, investir, estimular o mercado e alavancar o crescimento da cidade para geração de emprego e renda, etc., são essenciais para que haja desenvolvimento, isto é fato, mas aí começam as indagações: Cadê aquela cidade das 1001 luzes, das premiações da merenda escolar, dos pronto atendimentos de eficiência que fazia inveja até aos estados como São Paulo, aquele município onde o funcionalismo público tinha orgulho em bater no peito e dizer: sou funcionário público municipal, onde o convênio médico dos servidores era impecável, “coisa de país europeu”, onde as pessoas enchiam a boca para falar: sou de Uberlândia ou foi  esta é a terra fértil que me acolheu… Cadê aquela cidade pujante, forte, com políticos mais comprometidos com o povo e não apenas consigo próprio ou com meia dúzia de “puxas saco”…cadê? Às vezes bate a nostalgia daquele tempo em que as escolas eram para ensinar, oferecer e cobrar conhecimento científico, troca de experiências empíricas e junção de saber…quando da inauguração da primeira UAI (Unidade de Atendimento Integrado) no bairro Planalto, a comunidade aplaudiu e olha que realmente merecia ser ovacionada, hoje com tantas outras, mas deterioradas…fora outras centenas de ações e atendimentos que se perderam, que se esvaíram como a fábrica de bolas de futebol, artesanatos diferenciados… o que aconteceu com os nossos governantes, com os munícipes, com as leis, com os educadores, com todos. Todos porque cada um de nós tem uma parcela de “culpa” ou de “aprendizado”. A tecnologia, o crescimento acelerado, a modernidade, a isso, a aquilo, tudo o que aconteceu é motivo certo para chegarmos ao ponto que chegamos em Uberlândia e em outros locais, mas será mesmo? Eu me atrevo a dizer que na verdade tudo foi sendo destruído por mim, por você, por nós. Sabe como? Pela ganância, pela vaidade, pela falta de hombridade em apenas cumprir um só propósito: fidelidade, honestidade, caráter e vontade de vencer degrau por degrau e não dá base direto para o topo, sem passar por cada etapa. Então hoje, infelizmente, estamos pagando o preço da irresponsabilidade política de nossos atos “impolíticos”, mas apostando que o que está ruim, ficará pior ainda porque não “me atende” e nos esquecemos que o futuro, não muito distante, nós poderemos morrer com o nosso próprio veneno. Esquecemos de pensar e viver o coletivo, se não serve para mim, que se dane “o resto”, mas também fazemos parte deste “resto”, direta ou indiretamente. Então agora o que nos resta? Ainda dá tempo de transformarmos nossa mesquinhez em um projeto melhor e sólido para TODOS. Isto serve para Uberlândia e para o Brasil.

Ações e resultados

A Prefeitura de Uberlândia tem adotado, desde 2017, diversas políticas para estimular o empreendedorismo na cidade. Além da recuperação da cidade em áreas essenciais (Saúde, Educação e Social) e do investimento em infraestrutura (obras de captação de água e de mobilidade urbana), o Município também implementou ações para incentivar novos negócios na cidade. Destacam-se, por exemplo, em benefício, sobretudo, aos micro e pequenos empreendedores, a redução pela metade do tempo de abertura de novas empresas e a criação do Programa Municipal de Fomento ao Setor Cervejeiro, que resultou em investimentos privados de mais de R$ 20 milhões de 11 fábricas. Como resultado, nestes dois anos, mais de 5 mil micro, pequenas, médias ou grandes empresas foram abertas e mais de 3 mil postos de trabalho foram criados. Confira outras ações e diretrizes realizadas pela Prefeitura de Uberlândia:

– Apoio à produção de energia fotovoltaica
– Criação do Censo do Ecossistema de Inovação  
– Valorização do Ecossistema de Inovação
– Incentivo à instalação de startups
– Regularização do município para receber ICMS Turístico
– Retorno de Uberlândia ao Mapa do Turismo
– Potenciais que alavancam o turismo aquático de aventura, as modalidades radicais, de trilha ou passeio
– Valorização das potencialidades regionais para o turismo rural
– Realização do Cities
– Conexão com a Singularity University dos Estados Unidos

Mais informações no portal:

http://www.uberlandia.mg.gov.br/2014/secretaria-pagina/27/3224/vem_viver__inovar_e_investir.html

 

 

 

*Fonte e fotos: Secom/PMU

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s